Mulheres argentinas se preparam para manifestação em meio ao protocolo anti-protesto do Ministério da Segurança: expectativa é alta.

Hoje, em Buenos Aires, está previsto um grande ato que faz parte do protocolo anti-protesto do Ministério da Segurança, que proíbe a obstrução de vias públicas. Este evento é especialmente aguardado, pois historicamente as mulheres argentinas conseguem mobilizar milhares de pessoas para protestar nas ruas não só da capital, mas de todo o país. É importante ressaltar que este será o primeiro ato da “maré verde” que o governo Milei enfrentará.

Nos grupos de whatsapp das organizações sociais que participarão do ato, há uma intensa discussão sobre a segurança das mulheres, orientando para que não vão desacompanhadas e evitem confrontos com a polícia. Além disso, nesta manifestação além da luta pelos direitos das mulheres, também se protesta contra os retrocessos desses direitos, já que o governo Milei tem avançado contra conquistas importantes de anos anteriores e tem atacado o feminismo e a diversidade de gênero.

Uma das principais bandeiras que serão levantadas nas ruas hoje será a defesa do direito ao aborto. O símbolo dessa luta é o lenço verde, que ficou mundialmente conhecido pelo movimento feminista argentino. Desde a descriminalização do aborto em 2018, até a sua legalização em 2020, as mulheres argentinas têm lutado incansavelmente por esse direito.

Em termos de números, dados oficiais mostram que mais de 245 mil procedimentos de interrupção de gravidez foram realizados no setor público desde a legalização do aborto. A mortalidade materna também teve uma queda significativa, passando de 23 em 2020 para 13 em 2021, segundo dados do Ministério da Saúde. Vale destacar que na Argentina, a interrupção voluntária da gravidez é legal e gratuita até a décima quarta semana de gestação.

Portanto, o ato de hoje é de extrema importância para as mulheres argentinas, que continuam a lutar por seus direitos e por uma sociedade mais igualitária e justa. Os olhos do mundo estarão voltados para Buenos Aires nesta tarde, para acompanhar de perto mais uma manifestação poderosa e marcante.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo