Atriz Elizangela deixa filme inédito antes de falecer aos 68 anos: ‘Oficina do Diabo’ deve estrear em maio de 2024

A triste notícia da morte da renomada atriz Elizangela nesta sexta-feira, aos 68 anos, deixou os fãs desolados, especialmente porque ela deixou um filme inédito, intitulado “Oficina do Diabo”, que deverá ser lançado nos cinemas em maio de 2024. O último trabalho da artista promete ser incrível, e muitos aguardavam com grande expectativa.

Segundo a sinopse divulgada pela produtora Brasil Paralelo, responsável pelo longa-metragem, Elizangela interpreta uma mãe aflita que precisa encontrar uma maneira de afastar o seu filho de más influências, ao mesmo tempo em que lida com os traumas do seu passado. A história é inspirada em oito livros que vão desde Nietzsche até São João da Cruz, o que evidencia a profundidade e complexidade da trama.

A Brasil Paralelo, que se define como uma empresa de “educação e entretenimento, dedicada a resgatar os bons valores, ideias e sentimentos nos brasileiros”, vem se destacando como um exemplo de negócio que se beneficia da ascensão da direita brasileira nos últimos anos. Os seus criadores têm a pretensão de transformar o serviço oferecido pela produtora em uma espécie de Netflix conservadora, visando oferecer um conteúdo alinhado com os valores conservadores e ideias valorizadas pela direita política.

Elizangela, que era uma apoiadora declarada do ex-presidente Jair Bolsonaro, defendeu-o abertamente até o fim. Após a sua derrota nas últimas eleições, a atriz expressou nas suas redes sociais a sua admiração pelo ex-presidente, classificando-o como o “melhor presidente”. A sua postura política certamente agrega mais curiosidade e até mesmo polêmica ao seu último trabalho cinematográfico.

A expectativa para a estreia do filme “Oficina do Diabo” é grande, uma vez que além de contar com a icônica atuação de Elizangela, a produção aborda temáticas relevantes, envolvendo a superação de traumas e a tentativa de afastar um filho das influências negativas. A sinopse promete uma trama emocionante, que certamente cativará o público.

No entanto, é inegável que a morte precoce da atriz deixa um vazio na indústria cinematográfica brasileira. Elizangela conquistou o coração dos telespectadores com a sua talentosa atuação em diversas produções, deixando um legado de trabalhos marcantes. O seu último filme será mais uma oportunidade para o público se emocionar com essa grande artista e celebrar a sua carreira excepcional.

Com o lançamento previsto para daqui a três anos, “Oficina do Diabo” certamente será um dos eventos mais aguardados pelos cinéfilos e pela imprensa especializada. Afinal, teremos a oportunidade de admirar o talento e a dedicação de Elizangela pela última vez nas telonas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo